XIV Congresso Brasileiro de Bioética

Fábula-Mito do Cuidado

Certo dia, ao atravessar um rio, Cuidado viu um pedaço de barro. Logo teve uma ideia inspirada. Tomou um pouco do barro e começou a dar-lhe forma. Enquanto contemplava o que havia feito, apareceu Júpiter.

Cuidado pediu-lhe que soprasse espírito nele. O que Júpiter fez de bom grado.

Quando, porém, Cuidado quis dar um nome à criatura que havia moldado, Júpiter o proibiu. Exigiu que fosse imposto o seu nome.

Enquanto Júpiter e Cuidado discutiam, surgiu, de repente, a Terra. Quis também ela conferir o seu nome à criatura, pois fora feita de barro, material do corpo da Terra. Originou-se então uma discussão generalizada.

De comum acordo pediram a Saturno que funcionasse como árbitro. Este tomou a seguinte decisão que pareceu justa: "Você, Júpiter, deu-lhe o espírito; receberá, pois, de volta este espírito por ocasião da morte dessa criatura.

Você, Terra, deu-lhe o corpo; receberá, portanto, também de volta o seu corpo quando essa criatura morrer.

Mas como você, Cuidado, foi quem, por primeiro, moldou a criatura, ficará sob seus cuidados enquanto ela viver.

E uma vez que entre vocês há acalorada discussão acerca do nome, decido eu: esta criatura será chamada Homem, isto é, feita de húmus, que significa terra fértil".

Versão livre em português da Fábula-Mito do Cuidado, da original em latim de Gaius Julius Hyginus, (extraída na íntegra do livro Saber Cuidar, de Leonardo Boff, p. 46)

Gaia, a Mãe-Terra que nos acolhe, como elemento primordial e latente, clama pela reformulação das atitudes humanas, responsabilidade e solidariedade.


Em um momento de tamanho aprendizado e revisitação de conceitos, a importância do caminho ético, uma vez mais, é destacada não apenas como uma postura, mas também como um modo de vida a transcender a qualquer regulamentação.


A Bioética busca por respostas que reflitam o compromisso com a evolução parcimoniosa da ciência, em franca sintonia de respeito para com o meio ambiente e com os seres que nele habitam. Essa simbiose nos traz a convicção de que somos uma diminuta parte do todo e, por isso, devemos ser mais colaborativos e humildes tanto no tempo presente quanto num olhar cuidadoso voltado para o futuro.


Com o objetivo de estimular reflexões concretas sobre o mundo real que confluam na aplicação prática de efetivas posturas éticas apoiadas em pilares universais, para solucionar de maneira transversal os conflitos do cotidiano diante do avanço tecnológico, preconizando a sustentabilidade, além do necessário apoio e respostas à população vulnerável e em condição de vulnerabilidade, pretende marcar trajetória o XIV Congresso Brasileiro de Bioética, com o tema central: A Terra em suas diversas formas e interações.


O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Bioética e pela Sociedade de Bioética de São Paulo. Seu intuito consiste em propiciar o diálogo entre Ciências da Saúde, Sociais e Humanas, buscando efetiva visão transdisciplinar.


Nessa edição, o formato será 100% online, para auxiliar na superação das barreiras territoriais em tempos de contingência, além de facilitar o acesso. Contaremos com a presença dos principais nomes da Bioética nacional e internacional, além de novos pensadores.


Será uma grande satisfação contar com a sua participação.


Dr. Edson Umeda

Presidente do XIV Congresso Brasileiro de Bioética

ORGANIZAÇÃO

APOIO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO MASTER

EVENTUS